"Beijaço" contra discriminação lota shopping paulista

Centenas de pessoas lotaram hoje a praça da alimentação do shopping center Frei Caneca para protestar, com beijos, contra a discriminação aos homossexuais. A manifestação, ou "beijaço", foi promovida pelos grupos Cidadania, Orgulho, Respeito, Solidariedade e Amor (Corsa), Prisma/USP e Encontro, Liberdade, Expressão e Sexo Seguro (ELES), entre outros.O motivo do protesto foi a expulsão, ocorrida na última semana, de um casal de homossexuais que estava se beijando nas dependências do shopping. Segundo Eduardo Piza, do grupo Corsa e do Instituto Edson Néris (nome do homossexual que foimorto por skinheads na Praça da República), a manifestação vai alertar as pessoas sobre a lei estadual que proíbe a discriminação pela orientação sexual. "O que vai acontecer é que este shopping e os demais vão ser obrigados a observar a lei", disse Piza, acrescentando que, "se temos uma lei estadual, temos que cumprir".A manifestação reuniu famosos como a apresentadora Babi, do SBT, que beijou o namorado no palco em protesto, e o DJ Zé Pedro, que ficou responsável pela programação musical, com trilha sonora recheada de sucessos nacionais e internacionais que tem o beijo como tema (Beijinho Doce, Splish Splash e Kiss).Para Viviane Diniz, do grupo Prisma, a manifestação ficará marcada na história da luta pelo respeito aos homossexuais. "O movimento de hoje vai entrar para a história, nunca será esquecido e eles também, nunca mais, vão pensar em tomar uma atitude como essa", disse, destacando que a presença maciça da comunidade no shopping, apoiando o movimento, deixa claro o respeito da sociedade, que não aceita intolerância.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.