Bebida é tema de campanha educativa de lojas de conveniência

As lojas de conveniência das maiores distribuidoras de combustíveis do País estão relançando a campanha "Faça um programa legal", que pretende conscientizar os motoristas sobre os perigos de dirigir depois de consumir bebidas alcoólicas. A campanha, que foi lançada no ano passado simultaneamente em mais de 2.500 lojas instaladas em 500 municípios, visa evitar aglomerações no entorno das lojas e evitar reclamações dos vizinhos aos postos de gasolina.Segundo o Sindicato das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e de Lubrificantes (Sinduscom), o objetivo é reafirmar o conceito das lojas, que é o de ser uma solução de conveniência para o consumidor e um ponto de encontro e não o local para um programa noturno.A partir de agora, a campanha deve ter caráter permanente. Todos os postos das distribuidoras associadas ao Sindicom terão material promocional incentivando o consumidor a beber em casa. "Dirigir alcoolizado não faz parte do programa" e "Legal é beber com responsabilidade, Legal é beber em casa" são algumas das mensagens. O Sindicom não espera que as vendas de bebidas diminuam por conta da campanha. Dados da entidade mostram que a participação das vendas de bebidas no mix das lojas é de, no máximo, 9%. Boa parte desse percentual é de venda de pacotes de cerveja com 12 latas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.