Beatriz Árias condenada a 12 anos no MT

Terminou há pouco em Cuiabá, o julgamento de Beatriz Árias, ex-funcionária do Fórum Cível, acusada de participação no assassinato do juiz Leopoldino Marques do Amaral, em setembro de 99.Beatriz Árias foi condenada a doze anos de prisão em regime fechado, por ter participado do assasinato do juiz. Foi o julgamento mais longo já realizado pela Justiça Federal em Mato Grosso e o de maior repercussão. Segundo o procurador da República em Mato Grosso, Pedro Taques, já existem provas da participação de dois desembargadores do Estado no crime.A denúncia já foi encaminhada ao Superior Tribunal de Justiça, que deve realizar as investigações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.