Battisti recebe autorização para permanecer no Brasil

O Conselho Nacional de Imigração, vinculado ao Ministério do Trabalho e Emprego, concedeu hoje autorização de permanência no Brasil para o ex-ativista italiano de esquerda Cesare Battisti. Com a decisão, ele poderá viver e trabalhar por tempo indeterminado no País. O visto permanente só poderá ser emitido pelo Ministério da Justiça.

ROSANA DE CASSIA, Agência Estado

22 de junho de 2011 | 13h21

Battisti é acusado por quatro assassinatos na Itália. Mas o Supremo Tribunal Federal (STF) manteve decisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que negou o pedido de extradição de Battisti feito pelo governo italiano.

Dos 20 integrantes do Conselho Nacional de Imigração, 14 foram favoráveis ao pedido de permanência de Battisti no Brasil. Houve dois votos contrários, uma abstenção e três ausências. Segundo nota divulgada hoje pelo Ministério do Trabalho e Emprego, o resultado agora será encaminhado para o Ministério da Justiça, que executará a concessão da permanência do italiano no Brasil, por tempo indeterminado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.