Marjulie Martini/MP-RS
Marjulie Martini/MP-RS

Battisti aparece em evento do Fórum Social no RS

Com cabelos tingidos de loiro, ex-ativista italiano foi reconhecido por jornalistas e disse estar no Sul para lançar livro

Elder Ogliari, de O Estado de S.Paulo

24 de janeiro de 2012 | 13h27

PORTO ALEGRE - O ex-ativista italiano Cesare Battisti esteve na plateia do colóquio "A Importância da Sociedade Civil Nacional e Internacional para a Segurança Alimentar e Nutricional", que integra a programação do Fórum Social Temático Crise Capitalista, Justiça Social e Ambiental, nessa terça-feira, 24. No ano passado, Battisti teve permissão para permanecer no Brasil.

O italiano assistiu ao colóquio realizado no Palácio Piratini, sede do governo do Rio Grande do Sul, comandando pelo ex-ministro da Justiça Tarso Genro (PT). Enquanto Tarso e o diretor-geral da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), José Graziano, falavam sobre combate à fome e colaboração internacional, Battisti foi reconhecido pelos repórteres. O ex-ativista estava com seus cabelos tingidos de loiros e uma vistosa camisa vermelha. Ele explicou que está na capital gaúcha para lançar seu livro "Ao Pé do Muro", nesta quinta-feira, 26, e evitou a fazer qualquer comentário político.

Aos jornalistas, afirmou que não participará das atividades do Fórum Social Temático, que vai até a próxima segunda-feira, 30, em quatro cidades gaúchas. Battisti negou ter qualquer agenda com Tarso, a quem disse não conhecer. O governador gaúcho também afirmou não ter qualquer relação política ou pessoal com o italiano. Disse apenas que ele é um bom escritor e que vai cumprimentá-lo, como a qualquer outra pessoa, se o encontrar pela cidade nos próximos dias.

No final de 2010, com parecer favorável de Tarso, então ministro da Justiça, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, negou a extradição de Battisti à Itália, onde o ex-ativista é acusado de crimes políticos cometidos nos anos 1970. Em junho de 2011, o Supremo Tribunal Federal (STF) manteve a decisão do ex-presidente. Em agosto, Battisti recebeu documentação provisória para viver no Brasil.

Mais conteúdo sobre:
Fórum SocialBattisti

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.