Bastos reafirma que sai do Ministério no segundo mandato

O ministro da Justiça, Marcio Thomaz Bastos, que se reuniu nesta sexta-feira, com o governador eleito do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral Filho, reafirmou que não ficará na pasta no segundo mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.À pergunta "o senhor permanece no segundo mandato?", Bastos respondeu: "permaneço em São Paulo (onde mantém um escritório de advocacia). Vou sair", disse. O ministro e o governador anunciaram a intensificação dos trabalhos do Gabinete de Gestão Integrada na Segurança Pública, que reúne forças policiais estaduais e federais.EncontroNesta sexta-feira, os governadores eleitos da região sudeste, Aécio Neves (PSDB-MG), Paulo Hartung (PMDB-ES), Sérgio Cabral Filho (PMDB-RJ) e José Serra (PSDB-SP), têm reunião para discutir uma agenda comum de interesse dos Estados e parcerias nas áreas de infra-estrutura, meio ambiente e segurança pública. O encontro está previsto para às 16h30 na sede da Fundação Getúlio Vargas.O governador Aécio Neves informou na quinta-feira que a reunião terá como objetivo traçar estratégias conjuntas entre os Estados de forma a otimizar recursos. A primeira medida que poderá ser adotada será na área de segurança pública com o compartilhamento de informações e dados entre os quatro Estados. A reunião foi acertada durante viagem de trabalho que Aécio e Sérgio Cabral Filho (PMDB) fizeram a Washington, capital dos Estados Unidos, em novembro. O governador mineiro também já se encontrou com o colega capixaba, Paulo Hartung (PMDB), quando discutiram estratégias nas áreas de infra-estrutura e meio ambiente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.