BASTIDORES: Deputado age para tornar candidatura ‘irreversível’

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), iniciou nesta quarta-feira, 4, a movimentação mais ostensiva para consolidar sua candidatura à reeleição. Antes de almoçar com tucanos, Maia se encontrou com o presidente Michel Temer, dando o primeiro passo para mostrar que tem o apoio do Palácio do Planalto.

Vera Rosa e Erich Decat, O Estado de S.Paulo

05 de janeiro de 2017 | 05h00

Foram 20 minutos de conversa com Temer, a portas fechadas. Na prática, o deputado age para exibir as adesões conquistadas e tornar sua candidatura “irreversível”, a ponto de ela não ser questionada pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

A estratégia de Maia tem um cálculo político: desestimular seus adversários, que já foram ao STF contra a candidatura do deputado do DEM. Embora o governo diga oficialmente que não interfere na disputa na Câmara, Maia é, na prática, o homem de confiança de Temer. Genro de Moreira Franco, secretário do Programa de Parcerias de Investimentos, o presidente da Câmara tem relatado todas as suas ações a Temer, causando ciúmes em adversários do Centrão. Em conversas reservadas, porém, auxiliares de Temer afirmam que ele recolherá os “feridos” remanescentes da disputa no Congresso e não deixará nenhum aliado “na chuva”. A reforma ministerial também está aí para isso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.