Base é indicada a votar em texto de Palocci sobre CPMF

O ministro-chefe da Secretaria das Relações Institucionais, Walfrido dos Mares Guia, voltou a defender a necessidade de o Congresso prorrogar a aprovação da Contribuição Provisória sobre Movimentações Financeiras (CPMF), que será apresentada amanhã na comissão especial da Câmara. "A orientação para a base é acompanhar o texto do relator (na Comissão Especial da Câmara), deputado Antônio Palocci", declarou Mares Guia, acrescentando que "o fundamental é que ela (a CPMF) seja prorrogada".Mares Guia explicou que o governo está "com um prazo estrito" para a aprovar da CPMF. "Este é um assunto muito importante porque os recursos da CPMF têm três direções: Saúde, Previdência e Fundo da Pobreza. É um recurso carimbado constitucionalmente e nós não temos condição de abrir mão", declarou o ministro, ao justificar que "as desonerações serão discutidas na reforma tributária, que deve ser enviada ao Congresso em setembro, como disse o ministro Mantega (da Fazenda)".Segundo Mares Guia, "a base sabe que o governo tem um projeto para o Brasil: desenvolvimento com eqüidade, agenda da infra-estrutura, o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), distribuição de renda para todo o trabalhador brasileiro em função do desenvolvimento". E completou: " e este grande projeto para o Brasil até 2010 é que é a grande motivação e é em torno dele é que a coalizão se materializa".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.