Base aliada no Congresso emplaca obras no PAC

Às vésperas do Natal, integrantes da base aliada do governo conseguiram emplacar obras no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Uma das contempladas foi a deputada Marinha Raupp (PMDB-RO), mulher do líder peemedebista no Senado, Valdir Raupp. Presente do Papai Noel? Ela assegura que não. Marinha conseguiu incluir no PAC o asfaltamento da BR-429, que corta Rondônia. ?Não foi um atendimento à base aliada. Estou no meu quarto mandato e há 14 anos luto para a pavimentação da rodovia. O Papai Noel não foi para mim, não. Foi para a população das cidades da região?, afirmou. ?Estou comemorando.? Marinha afirma ter sido informada da inclusão da obra no PAC em telefonema da secretária-executiva da Casa Civil, Erenice Guerra. A deputada contou que já havia conversado sobre a importância da pavimentação da rodovia com a coordenadora do programa, a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff. A decisão de incluir a obra pleiteada pela deputada da base aliada foi tomada na sexta-feira, durante reunião do comitê gestor do PAC. ?A obra atende a todos os requisitos e exigências para entrar no programa. Não tem nada de encaminhamento político?, destacou a mulher do líder do PMDB no Senado.Assim como Marinha, outro deputado do PMDB foi beneficiado pelo PAC no apagar das luzes de 2008: o ex-ministro Eunício Oliveira. Ele conseguiu incluir no programa duas barragens e uma adutora no Ceará, no valor de R$ 250 milhões. Ontem, Eunício disse ao Estado que as obras foram incluídas no PAC por intermédio do ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, e do governador do Ceará, Cid Gomes (PSB). As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.