Base aliada deve definir próxima semana nomes para CPI

Jucá diz que até a próxima semana o governo definirá sua atuação na comissão que vai investigar a Petrobras

Leonardo Goy, de O Estado de S. Paulo,

20 de maio de 2009 | 18h44

A base aliada do governo só deverá definir na próxima semana, às vésperas do fim do prazo, sua estratégia e quem serão seus representantes na CPI da Petrobras. O prazo para a indicação dos nomes se encerra na próxima terça-feira. Segundo o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), os parlamentares da base deverão conversar com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre o assunto na próxima semana. "Ele não vai definir os nomes. Mas vamos falar com ele sobre a estratégia para a CPI", disse.

 

Veja também:

especialVeja o que será apurado pela CPI da Petrobras

linkOposição reivindica mais uma vaga na CPI da Petrobras

link PMDB também quer usar CPI para pressionar governo

link PSDB indica Álvaro Dias para presidir CPI da Petrobras

Questionado sobre se o governo apoiará a indicação de um membro da oposição para presidir a CPI, Jucá disse que esse assunto só será discutido também na semana que vem. O líder do PT no Senado, Aloizio Mercadante (SP), ratificou essa postura e lembrou que a base ainda está em um processo de escolha dos integrantes da CPI. "Não estamos ainda na fase de escolha do presidente e do relator", disse.

Mais conteúdo sobre:
CPI da PetrobrasPTnomes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.