Base aliada derrota oposição na CCJ e mantém aumento do IOF

Projeto de senador previa derrubada de decreto que subiu alíquota do imposto para compensar fim da CPMF

Cida Fontes, de O Estado de S. Paulo,

23 de abril de 2008 | 12h15

A base aliada do governo derrubou nesta quarta-feira, 23, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, por 11 votos contra 3, projeto do senador da oposição Álvaro Dias (PSDB-PR) anulando o decreto presidencial que aumentou a alíquota do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para compensar a perda da CPMF.  O decreto do presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi baixado no início de janeiro último aumentando o IOF sobre operações financeiras e de câmbio. Apenas os senadores Tasso Jereissati (PSB-CE), Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) e Pedro Simon (PMDB-RS) votaram a favor do projeto de Dias.  O PDT, parte do PMDB, o PT e o PSB ficaram com o governo. O autor do projeto derrotado anunciou que vai recorrer ao plenário do Senado contra a decisão da CCJ.

Tudo o que sabemos sobre:
IOFCPMF

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.