Base aliada comandará 15 das 20 comissões da Câmara

Os governistas terão o comando de 15 das 20 comissões permanentes da Câmara, segundo acordo fechado em reunião que terminou entre os líderes dos partidos e o presidente da Casa, João Paulo Cunha (PT-SP). A distribuição das presidências das comissões segue o critério da proporcionalidade, ou seja, quanto maior a bancada do partido, maior a sua participação nos cargos de comando. Caberá ao PSDB as presidências das comissões de Seguridade Social e Família e de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio. O bloco formado pelo PFL e o Prona vai presidir a Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática, a Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional e a Comissão de Legislação Participativa. O PT, partido que tem a maior bancada na Câmara, cedeu sua quarta escolha para o PDT, que ficou com a presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.