Barros Munhoz elogia chapa 'café com leite' do PSDB

O deputado estadual Barros Munhoz, líder do PSDB na Assembleia Legislativa de São Paulo, afirmou nesta sexta-feira, 08, que a estratégia, defendida pelo grupo ligado a Aécio Neves, de ter na chapa presidencial o deputado Aloysio Nunes como vice, "é extremamente inteligente".

CARLA ARAÚJO E PEDRO VENCESLAU, Agência Estado

08 de novembro de 2013 | 18h45

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) defendeu nesta semana uma chapa puro-sangue e "café com leite" para a sua candidatura a presidente da República em 2014. Durante almoço com senadores do PTB, PR, PRB e PSC, ele afirmou que o ideal é disputar a eleição tendo o senador Aloysio na vice e o ex-governador e correligionário José Serra como candidato a senador.

Considerado um aliado de Serra, Munhoz deixou em suspenso o nome do candidato tucano ao Palácio do Planalto em 2014. "É difícil falar disso agora. Hoje tem um panorama muito claro. O favoritismo é do Aécio, mas isso não significa que está definida a candidatura dele", afirmou.

Questionado sobre a recente pesquisa CNT, que excluiu o nome de Serra, Munhoz foi taxativo: "Essa pesquisa e nada quer dizer a mesma coisa", afirmou, ressaltando que já foi vítima de pesquisas equivocadas. Em relação à mobilização de Aécio para tentar antecipar a definição do candidato tucano, Munhoz disse que é um desejo "justo e discutível". "Eu acho bastante ponderável. A Dilma (Rousseff) está em campanha há algum tempo e o Eduardo Campos também", afirmou. Munhoz participa de evento da Juventude estadual do PSDB, que acontece nesta sexta-feira na capital paulista e terá uma palestra de Serra.

Tudo o que sabemos sobre:
SerrajuventudeMunhoz

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.