Barbosa reaparece no STF após flagrante em festa

Em licença médica desde 26 de abril, o ministro Joaquim Barbosa participou ontem da sessão de julgamentos da 2.ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF). A reaparição ocorre após ter sido fotografado no fim de semana em encontros com amigos numa festa e num bar em Brasília. No mesmo dia Barbosa divulgou uma nota à imprensa na qual afirmou que alguns poucos momentos de lazer são aconselhados pelos médicos

AE, Agência Estado

11 de agosto de 2010 | 09h47

Apesar das pressões para que ele volte definitivamente ao tribunal ou, se não tiver condições, se aposente, Barbosa não disse quando retornará à Corte. Em nota, o ministro afirmou que sofre de dores crônicas na região lombar e no quadril há três anos e meio. "Reitero meu compromisso de cumprir com as atribuições constitucionais que me impõe o honroso exercício do cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal", afirmou ele, na nota, numa sinalização de que vai continuar no STF.

Graças à interrupção da licença, a Turma pôde julgar ontem processos que são relatados por Barbosa. Advogados reclamam que as reiteradas licenças do ministro para tratamento de saúde têm atrasado o julgamento das causas. Também é aguardada a presença de Barbosa na sessão plenária do Supremo de amanhã, quando o mensalão será um dos temas-chave. Relator do caso, Barbosa deve propor aos ministros que se encerre imediatamente a fase da oitiva das testemunhas de defesa. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.