Barbosa diz que não tem vontade de se candidatar à Presidência

'Não tenho a menor vontade de me lançar candidato a presidente', afirmou presidente do Supremo

Felipe Recondo - O Estado de S. Paulo,

25 Junho 2013 | 18h24

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, avaliou na tarde desta terça-feira, 25, que é "excelente" para sua vida pessoal e para sua história a pesquisa Datafolha, realizada na semana passada, na qual ele aparece como o preferido dos manifestantes de São Paulo para a sucessão presidencial. No entanto, advertiu: "Não tenho a menor vontade de me lançar candidato a presidente."

O presidente do Supremo lembrou que já tem quase 41 anos de vida pública. "Está chegando a hora. Chega", disse, dando a entender que está próximo de uma aposentadoria.

A pesquisa que apontou Barbosa como o primeiro colocado para a presidência da República, publicada na semana passada, ouviu 551 pessoas - 30% das respostas foram para o presidente do Supremo. A pesquisa foi feita com resposta estimulada, na qual os nomes são sugeridos pelo perguntador. O segundo lugar na pesquisa ficou com a ex-senadora Marina Silva, que tenta criar um novo partido, a Rede Sustentabilidade, para disputar o Planalto.

 

Mais conteúdo sobre:
reforma políticabrasíliastf

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.