Barbalho: ministérios são "espaço" do PFL

O presidente do Senado, Jader Barbalho, disse hoje que os ministérios de Minas e Energia e da Previdência Social, cujos ministros foram exonerados hoje, são "um espaço que pertence ao PFL". Ele afirmou que o PFL "é um partido fundamental para as bases do governo" e elogiou a decisão do presidente da República de demitir os ministros, o que considera um passo para a consolidação da base de sustentação política. Barbalho destacou também que o presidente fez a ressalva sobre a capacidade dos ministros, deixando claro que as demissões eram por questões políticas.Jader considerou correta também a intervenção no DNER e disse que dificilmente a diretoria voltará ao cargo, pois o órgão será extinto com a aprovação da Agência Nacional dos Transportes, cuja criação está tramitando no Senado. "Eu entendo que a base de sustentação do governo deverá dar efetiva sustentação. Essa é a posição do PMDB", disse Barbalho. Ele afirmou ainda que a base deve estar unida, pois os indicadores mostram que haverá crescimento econômico e que isso permitirá o País enfrentar os problemas sociais. Barbalho disse que não conversou com o presidente Fernando Henrique nem ontem e nem hoje.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.