Banqueiro tem depoimento hoje

A Polícia Federal tenta hoje, pela terceira vez nos últimos dez dias, tomar o depoimento do sócio-fundador do Banco Opportunity, Daniel Dantas, no inquérito que resultou na Operação Satiagraha. Nas duas primeiras tentativas, o banqueiro permaneceu calado, por orientação do seu advogado, Nélio Machado.O depoimento de hoje, marcado para as 14 horas, foi definido na quarta-feira, após o banqueiro se recusar a responder às perguntas. Machado alega que não foi dado acesso integral às 6.600 páginas do inquérito e aos documentos dos autos e, por isso, a defesa teria sido prejudicada.O advogado de Dantas não confirmou se o banqueiro falará nessa nova tentativa. Na tarde de ontem, porém, a tendência era orientá-lo a não responder às questões. No depoimento de hoje, a PF deve se ater apenas às questões relativas ao banco. Ainda de acordo com o advogado, o banqueiro estaria até disposto a falar sobre questões relativas à gestão do Opportunity. Nesse caso, Dantas sustentaria que não há nenhuma irregularidade na administração do grupo.Sobre a tentativa de suborno ao delegado da Polícia Federal Victor Hugo Alves Pereira por Humberto Braz e Hugo Chicaroni, Dantas não deve falar nada. A defesa alega que há irregularidade formal no inquérito e o banqueiro se pronunciará sobre o assunto apenas na Justiça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.