Banco do Brasil rechaça suspeitas de violação de sigilo

O Banco do Brasil divulgou uma nota à imprensa, após o jornal O Globo publicar nesta sexta-feira reportagem afirmando que a Polícia Federal estaria investigando se o banco também teria atuado na violação de dados fiscais do vice-presidente do PSDB, Eduardo Jorge. Segundo a nota do BB, "não foi identificado qualquer fato que indique violação de sigilo, nem que aponte nessa direção".

AE, Agência Estado

03 de setembro de 2010 | 14h15

O Banco do Brasil reiterou "o zelo pela integridade e segurança dos dados de quem mantém relacionamento com o banco". Além disso, lamentou que a instituição, que tem ações negociadas em bolsa, "seja exposta na cobertura jornalística sem a apresentação de dados concretos". Por fim, o banco afirmou que recebeu ofício da Justiça e que vai se manifestar na forma processual.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.