Banco apura operação sob suspeita

O Banco do Nordeste do Brasil (BNB) informou ontem, em nota, que desde 17 de setembro processos administrativos internos investigam as responsabilidades pela liquidação de créditos da empresa Frutas do Nordeste do Brasil (Frutan). O banco público negou que tenha sido "complacente" com qualquer irregularidade. Segundo a revista Época, Victor Samuel Cavalcante da Ponte, diretor de Administração do BNB, teria assinado acordo que beneficiou a Frutan. Ele arrecadou recursos à campanha do deputado Ciro Gomes (PSB-CE) e de seu irmão, o governador do Ceará, Cid Gomes (PSB).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.