Sebastiao Moreira|EFE
Sebastiao Moreira|EFE

Bancada do PT vai votar contra a reforma da Previdência, diz Rui Falcão

Partido lançou ontem uma campanha contra a reforma

Camila Turtelli, O Estado de S.Paulo

23 de março de 2019 | 14h32

BRASÍLIA – O deputado Rui Falcão (PT-SP) afirmou que há um consenso político entre os 54 parlamentares do PT para votar contra a reforma da Previdência. Para ele que, foi presidente nacional da legenda durante todo o governo Dilma Rousseff (PT), a reforma é um retrocesso na questão dos direitos dos trabalhadores.

Falcão afirmou que o partido não deve também aceitar modificações na Proposta de Emenda Constitucional (PEC) apresentada pelo governo ao Congresso. “Não vamos nem apresentar emendas”, disse.

O partido lançou ontem uma campanha contra a reforma. Para o PT, a nova Previdência ataca a soberania e destrói os direitos conquistados. Uma das principais críticas da legenda é em relação ao Benefício de Prestação Continuada (BPC) e aposentadoria rural.

Falcão também criticou a crise entre o governo e o presidente da Câmara nos últimos dias. Ele lamentou os ataques feitos a Rodrigo Maia (DEM-RJ).

O partido realiza neste sábado, 23, segundo dia de sua convenção nacional. Eles definiram, há pouco, o calendário para as eleições internas deste ano. As fases municipais e estaduais devem ocorrer no início de setembro e a eleição da nova direção nacional em novembro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.