FELIPE RAU/ESTADÃO
FELIPE RAU/ESTADÃO

Bancada do PT no Senado divulga nota de desagravo a Lula

Manifestação afirma que há atualmente uma 'sórdida campanha' de deslegitimação do ex-presidente baseada apenas no 'ódio espessos dos ressentidos'

Ricardo Brito, O Estado de S. Paulo

23 de junho de 2015 | 15h29

Brasília - Sem fazer qualquer menção à presidente Dilma Rousseff, a bancada do PT no Senado divulgou nesta tarde uma nota em que faz um desagravo ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A manifestação afirma que há atualmente uma "sórdida campanha" de deslegitimação de Lula baseada apenas no "ódio espessos dos ressentidos".

A nota foi divulgada um dia após o ex-presidente tecer uma das mais duras críticas ao partido que ajudou a fundar há 35 anos. Também ocorreu após Lula ter dito que ele e Dilma estão no "volume morto" e o PT, abaixo dele.

"Entendemos perfeitamente que alguns tenham medo de serem derrotados de novo por Lula em 2018. Mas esse medo não pode dar vazão a atitudes pouco republicanas e francamente antidemocráticas", critica a bancada. "Tentam transformar suas virtudes em vícios e suas ações pelo Brasil em crimes. Insinuam de forma leviana, acusam sem provas, distorcem, mentem e insultam. No vale-tudo contra Lula, vale até mesmo usar o recurso torpe de expor seu defeito físico, o que revela incurável defeito de caráter", completa.

O texto - que consta do site do PT no Senado - diz que tentam fazer com Lula o que fizeram com os ex-presidentes Getúlio Vargas, Juscelino Kubitschek e João Goulart. A bancada manifesta sua "total e irrestrita solidariedade ao grande presidente Lula". A nota foi divulgada no início da tarde e o líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), que está em Recife, deu aval para sua divulgação.

"A bancada também entende que Lula está muito acima dessa mesquinhez eleitoreira. Lula não será apequenado pelos que se movem por interesses menores e pelo ódio. Lula é tão grande quanto o Brasil que ele ajudou tanto a construir. Lula carrega em si a solidariedade, a generosidade e a beleza do povo brasileiro", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
PTLulaSenado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.