Bancada do PT em São Paulo propõe o fim da taxa de inspeção veicular

Petistas argumentam que a taxa de inspeção veicular é uma dupla tributação

Daiene Cardoso, Agência Estado

29 de março de 2012 | 16h26

SÃO PAULO - Inspirada pelo pré-candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, a bancada do partido na Câmara Municipal apresentou nesta quinta-feira, 29, projeto de lei que acaba com a taxa de inspeção veicular na cidade. Há duas semanas, Haddad anunciou que, se eleito, acabaria com a taxa e utilizaria os recursos do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) para suprir as despesas da inspeção.

A proposta encaminhada pelo PT deve contar com o apoio de vereadores do PR, do PTB e do PRB. Os petistas argumentam que a taxa de inspeção veicular é uma dupla tributação, já que a verba arrecadada pelo IPVA deveria ser usada para fiscalizar a frota. Apesar do apoio, a administração de Gilberto Kassab tem maioria na Casa. 

Na última quarta, Haddad defendeu uma frente suprapartidária para viabilizar o projeto. Para o petista, a taxa de inspeção veicular é mais uma das "taxas papa-níqueis" criadas pela gestão de Gilberto Kassab (PSD). Durante as visitas técnicas que tem feito semanalmente nos bairros, o petista tem prometido aos militantes que o fim da taxa será uma das primeiras medidas de sua administração.

Tudo o que sabemos sobre:
TaxainspeçãoveicularPTfim

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.