UESLEI MARCELINO|REUTERS
UESLEI MARCELINO|REUTERS

Bancada do PT do Senado se reúne nesta 2ª para discutir prisão de Delcídio

Durante a reunião, não devem faltar críticas à postura adotada pelo presidente nacional do PT, Rui Falcão, que desde o primeiro momento não fez nenhum gesto de apoio a Delcídio

Isadora Peron, O Estado de S. Paulo

30 Novembro 2015 | 13h19

BRASÍLIA - A bancada de senadores do PT vai se reunir nesta segunda-feira, 30, para fazer um "balanço" da situação após a prisão do senador Delcídio Amaral (PT-MS).

O líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), disse que convocou os parlamentares para debater os próximos passos da legenda na Casa. 

Durante a reunião, não devem faltar críticas à postura adotada pelo presidente nacional do PT, Rui Falcão, que desde o primeiro momento não fez nenhum gesto de apoio a Delcídio. 

A bancada do partido, por sua vez, considera que fez a sua parte para demonstrar solidariedade ao correligionário. Na quarta-feira passada, 9 dos 13 votos para liberar Delcídio da prisão vieram de senadores petistas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.