Bancada do PSDB indica relator da CPI no RS

Tucanos apontaram Coffy Rodrigues para relatoria e PT ocupará a presidência com Stela Farias

Elder Ogliari, O Estado de S. Paulo

19 de agosto de 2009 | 19h28

A bancada do PSDB indicou o deputado estadual Coffy Rodrigues para a relatoria da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que vai investigar se agentes públicos do governo do Rio Grande do Sul se beneficiaram de irregularidades no Detran e de supostos favorecimentos em licitações.

 

Rodrigues se elegeu pelo PDT, mas migrou para o PSDB durante o mandato e se tornou um dos mais ardorosos defensores do governo da tucana Yeda Crusius no parlamento gaúcho. O PT, de oposição e autor do requerimento, ficará com a presidência da CPI, que será ocupada pela deputada Stela Farias.

 

A poucos dias da instalação da comissão, prevista para quinta, 26, ou sexta-feira, 27, da semana que vem, a oposição ainda luta por mais uma vaga. Deputados do PC do B, PSB, PDT e PT pediram à Justiça que reconheça a proporcionalidade do início do ano, quando o PDT e o PSDB tinham seis deputados cada, em vez da atual, na qual os tucanos têm oito cadeiras. Se forem atendidos, a oposição passa a ter cinco deputados contra sete da situação, que perderia uma vaga, do PSDB. Se não forem, a vantagem governista permanece em 8 a 4.

Tudo o que sabemos sobre:
PSDBYedaCPI

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.