Bancada do PSDB decide manter irmãos senadores

A bancada do PSDB no Senado decidiu na noite desta quarta-feira manter no partido os senadores Osmar Dias (PSDB-PR) e Álvaro Dias (PSDB-PR), que estavam sob ameaça de expulsão por iniciativa do presidente nacional da legenda, deputado José Aníbal (SP), por terem assinado o requerimento de criação da CPI da Corrupção.Em reação à posição de Aníbal, os senadores decidiram por unanimidade, pela permanência dos dois senadores e encarregaram o líder da bancada, senador Sérgio Machado (CE), a negociar uma posição com a executiva nacional da legenda.Álvaro Dias disse, ao sair da reunião dos tucanos, que a executiva nacional, ao contrário do que Aníbal expressou ao longo do dia, não deliberou pelo afastamento dos dois senadores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.