Bancada do PSDB apoiará Tebet no Senado

O vice-líder do PSDB, senador Romero Jucá (RR), informou no início desta tarde que a bancada tucana está fechada com a candidatura do senador Ramez Tebet (PMDB-MS) à presidência do Senado. O presidente do PSDB, deputado José Aníbal (SP), já reforçou o apoio da bancada do partido a Tebet. "É um nome que poderá recuperar a imagem do Senado", afirmou. A bancada do PFL está reunida para definir como se posicionará em relação à sucessão no Senado.O governador de Santa Catarina, Espiridião Amin, afirmou que a indicação do senador Ramez Tebet (MS) para presidir o Senado vai ao encontro de dois pré-requisitos que vinham sendo colocados pelo PFL: "é uma pessoa afinada com o governo, pois era ministro até ontem, e não tem problemas do ponto de vista ético". Amin, que é do PPB, disse que fez tal avaliação durante a conversa que teve hoje com o presidente Fernando Henrique Cardoso no Palácio da Alvorada.Segundo ele, o senador Jorge Bornhausen, presidente nacional do PFL, que o acompanhou no encontro, não fez qualquer comentário sobre sua declaração. Amin foi pedir a Fernando Henrique o descontigenciamento de cerca de R$ 40 milhões do Orçamento para a execução de obras da Barragem do São Bento, da Via Expresso Sul (que liga o centro de Florianópolis ao Aeroporto). O governador evitou comentar a situação do ex-governador Paulo Maluf. "Não farei juízo de valor sobre alguém do meu partido. Ele está sendo investigado e não está havendo empecilho nas investigações", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.