Bancada do PSDB apóia fim da imunidade parlamentar

A bancada do PSDB na Câmara decidiu apoiar, de forma ostensiva, a Proposta de Emenda Constitucional que restringe a imunidade parlamentar. Em reunião dos vice-líderes com o líder Jutahy Júnior ficou decidido que a bancada vai prestar "absoluta solidariedade" ao presidente da Câmara, Aécio Neves, na defesa da proposta. "Não podemos jogar fora esta oportunidade", disse Jutahy Júnior. A proposta defendida pelo PSDB mantém apenas a inviolabilidade absoluta das palavras, opiniões e votos dos parlamentares que deixam de ter imunidade para crimes comuns. Com isso, o Supremo Tribunal Federal não precisará de autorização do Poder Legislativo para processá-los e os processos só serão suspensos caso os partidos políticos, com o apoio da maioria dos integrantes da Casa em que pertencer o parlamentar processado, considerarem que o ato em que se baseia o processo está vinculado à atuação parlamentar ou à perseguição política. A proposta de emenda constitucional está na pauta da sessão de hoje da Câmara.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.