Baleias correm risco de encalhar em Sepetiba

Oito homens do Grupamento Marítimo estão em uma lancha na Baía de Sepetiba tentando afastar para alto-mar duas baleias que estão no local. Segundo o comandante do G-Mar, coronel Marcos Silva, cada uma deve ter cerca de 15 metros. Alarmes estão sendo utilizados para que os animais se afastem. Elas, no entanto, estão voltando para perto do Porto de Sepetiba. O receio dos bombeiros é que elas acabem ficando encalhadas. "As águas são rasas. Todo vez que elas balançam parte do corpo acabam trazendo lodo para a superfície", contou Silva.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.