Balanço do TCU mostra salto nas condenações

O relatório de atividades fiscais do Tribunal de Contas da União (TCU) relativo ao segundo trimestre de 2007 mostra crescimento do número de multas e punições a gestores em relação ao primeiro trimestre. Nos primeiros três meses de 2007, o tribunal condenou 367 administradores. Esse número pulou agora para 620.No primeiro trimestre, os gestores foram condenados a recolher débito ou pagar multas de R$ 89 milhões. No segundo trimestre, o valor vai a R$ 140 milhões. Do começo do ano até hoje, o TCU já condenou 987 e cobrou cerca de R$ 229 milhões.Em relação a irregularidades verificadas nos casos de admissão de pessoal, aposentadorias, reformas e pensões também houve aumento de casos. No primeiro trimestre foram negados 611 pedidos do tipo. Agora, foram recusados 1.077 solicitações.Também para o exercício de cargo em comissão ou função de confiança na administração pública federal houve aumento do problema. Nos três primeiros meses do ano, o TCU inabilitou 31 pessoas. Três meses depois, 51 pessoas foram inabilitadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.