Balanço da campanha contra pólio sai neste sábado

O ministro da Saúde, Humberto Costa, abriu oficialmente a campanha nacional de vacinação contra poliomielite no Instituto Materno Infaltil de Pernambuco (Imip), que recebeu as crianças com bonecos, grupos populares, circenses em pernas de pau e bandinha da Polícia Militar. A meta é vacinar 17 milhões de crianças no País em 116 mil postos com o envolvimento de 443 mil pessoas. A vacinação ocorre em todo o País até às 17 horas. No final da tarde, o ministério fará um balanço da vacinação. Humberto Costa destacou a necessidade da manutenção das campanhas contra a poliomielite, apesar da doença estar erradicada no País e ter tido seu último caso há 13 anos. "Ainda há 11 países no mundo com casos ativos e neste mundo globalizado só temos certeza absoluta da erradicação com a prevenção da vacina", observou. A segunda etapa da campanha, com a segunda dose da vacina, se realiza no dia 23 de agosto.A vacinação contra a poliomielite está se realizando sem problemas, em todo o País, segundo informou, em Brasília, a coordenadora do Programa Nacional de Imunizações da Secretaria de Vigilância em Saúde da Funasa, Maria de Lourdes de Souza Maia.No Rio, a vernadora Rosinha Matheus abriu a campanha no posto montado na Fundação Oswaldo Cruz, em Manguinhos, levando o filho, David, de 4 anos, para tomar as gotinhas. O posto deve receber, até às 17h, 6 mil crianças e o dia será repleto de atividades educativas, artísticas e culturais. Vários exames médicos estão sendo disponibilizados para os adultos que forem levar os filhos de até cinco anos de idade para vacinar. A Sociedade Brasileira de Pediatria orienta que não há contra-indicação para a vacina. Apenas crianças com doenças graves, com baixa imunidade e que estejam tomando remédios que baixam a imunidade, como corticóides e alguns medicamentos contra câncer e leucemia, não devem tomar a vacina. O Mato Grosso do Sul pretende imunizar, hoje, contra a pólio, 202.463 crianças, que representa 95% da população menor de 5 anos de idade. Para isso, todos os postos de saúde do Estado vão estar abertos até às 17h. No ano passado, a vacinação atingiu, no Estado,um universo superior a 218 mil crianças, ultrapassando a meta prevista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.