Baiana de 103 anos é candidata mais velha nas eleições

TSE diz que Deodata tem 99 anos. Porém, ela corrige e já contestou formalmente registro: são 103 anos

TIAGO DÉCIMO, Agencia Estado

24 Julho 2008 | 16h52

Baiana de Botuporã, na Chapada Diamantina, Deodata Pereira Borges é a candidata mais velha do País, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). De acordo com o órgão, Deodata tem 99 anos. Porém, ela faz questão de corrigir a idade e já contestou formalmente o registro no TSE: são 103 anos, como aponta seu documento de identidade. No próximo dia 1º, serão 104 anos. Ela concorrerá ao cargo de vereadora em Feira de Santana, segundo maior município baiano, a 110 quilômetros a oeste de Salvador.Candidata a vereadora pelo DEM, Deodata é conhecida no interior do Estado por ser garota-propaganda de uma rede de farmácias de propriedade do filho, João Borges, que também será candidato. É a segunda vez que Mamãe - assim chamada por causa das ações publicitárias - tenta alcançar um cargo eletivo. Em 2006, ela concorreu a uma cadeira na Assembléia Legislativa da Bahia. Teve 13.500 votos, votação considerada expressiva na cidade, no entanto insuficiente.Lúcida e sem grandes problemas de saúde - o maior deles é uma limitação de movimentos no braço direito, depois de uma fratura no início do ano -, ela promete ser atuante na política da cidade. "Há muita coisa a ser feita pela população, por isso quero chegar lá", disse. João Borges, o filho, vai para sua quinta disputa eleitoral. Em 2006, para não concorrer diretamente com a mãe, ele foi candidato a deputado federal. Nunca foi eleito. Desta vez, disputa votos com Deodata, mas ela afirma que dará a ele todo o apoio que precisar.

Mais conteúdo sobre:
eleiçõesBAFeira de Santana

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.