Azeredo é 'homem íntegro e correto', defende Serra

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), defendeu hoje o senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG), incluído pelo procurador-geral da República, Antônio Fernando de Souza, em uma lista de 15 pessoas acusadas de envolvimento no chamado "mensalão" tucano em Minas Gerais. "Tenho para mim que o Eduardo Azeredo é um homem íntegro, correto, e vai saber se defender dentro desse processo, tudo dentro da legalidade, e mostrar todos os aspectos do problema", afirmou ao sair do encontro nacional do seu partido, em Brasília.Serra lembrou que a apresentação da denúncia contra Azeredo estava prevista e disse não ver na sua divulgação, hoje, pelo procurador intenção de perturbar o encontro do PSDB. "Não sei por que ficar preso a esta ou aquela data. A denúncia era algo aguardado e o procurador está no direito dele de fazer isso."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.