Avião trazendo estudantes aterrissa em Belo Horizonte

Aterrissou às 5h45 da manhã desta quinta-feira, no Aeroporto de Pampulha, em Belo Horizonte (MG), o avião da Força Aérea Brasileira (FAB) cedido pelo governo federal para buscar os 40 estudantes da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e os corpos das quatro vítimas do acidente de ônibus que aconteceu no Peru.Os jovens iam ao Fórum Social Mundial, em Caracas, na Venezuela, quando o veículo tombou em uma curva em Uchumayo, a cerca de 1.000 quilômetros ao sul de Lima. Quatro universitários morreram e outros 30 ficaram feridos, além dos dois motoristas do ônibus. Os corpos dos quatro estudantes mortos no acidente devem ser sepultados na quinta-feira, um em Uberaba, no Triângulo Mineiro, e três em Belo Horizonte.O avião voltou ao Brasil transportando os quatro corpos dos estudantes mortos no acidente e 34 sobreviventes, sendo 32 alunos e 2 motoristas, além da tripulação formada por 12 pessoas, da diretora Sandra Almeida e do médico Bruno Sanches.Após a realização de exames, ficou decidido que o estudante de farmácia Lucas Mota Hauck, com fratura na pélvis, deveria permanecer mais um tempo em tratamento no Peru. Por conta disso, outros três universitários que já estavam aptos para voltar, incluindo sua namorada, decidiram ficar em Arequipa com o colega.O avião da FAB havia decolado de Arequipa, no Peru, às 20h30 de quarta-feira (23h30 em Brasília). A aeronave brasileira saiu de Minas Gerais levando a diretora de Relações Internacionais da UFMG , Sandra Almeida, o pró-reitor de Pós-Graduação, Jaime Ramirez, e o médico especialista em traumatologia Bruno Sanches.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.