Divulgação Polícia da Itália/via AFP
Divulgação Polícia da Itália/via AFP

Avião com Cesare Battisti deixa a Bolívia a caminho da Itália

Brasil chegou a enviar avião da PF, mas italiano será levado direto ao país de origem

Redação, O Estado de S.Paulo

13 de janeiro de 2019 | 20h10

SANTA CRUZ DE LA SIERRA - O ex-ativista italiano de extrema-esquerda Cesare Battisti deixou a Bolívia no início da noite deste domingo, 13, a caminho de seu país de origem, em um avião enviado pelo governo da Itália. A aeronave partiu de Santa Cruz de la Sierra, cidade do leste do país onde Battisti foi preso no sábado, 12, e entregue pelo governo boliviano às autoridades italianas.

Battisti foi julgado à revelia e condenado a prisão perpétua na Itália por participação em quatro homicídios cometidos na década de 1970, quando fez parte do grupo guerrilheiro Proletários Armados pelo Comunismo (PAC). Ele chegou a fugir para a França e, desde 2004, vivia no Brasil. Saiba mais sobre a vida do italiano

O governo brasileiro chegou a encaminhar uma aeronave da Polícia Federal (PF) à Bolívia, mas 'decidiu-se por levá-lo diretamente à Itália', informaram os ministérios da Justiça e das Relações Exteriores do Brasil em nota. ‘Importante é que Battisti responda pelos graves crimes que cometeu’, afirmou o governo brasileiro.

Amigos do italiano chegaram a pedir asilo político a Battisti na Bolívia para tentar evitar a extradição. A defesa pediu habeas corpus preventivo ao Supremo Tribunal Federal (STF) do Brasil, negado ainda neste domingo pelo ministro Luís Roberto Barroso.

Segundo a agência de notícias AFP, Battisti foi levado por policiais bolivianos até o Aeroporto Internacional Viru Viru, em Santa Cruz, a 900 km da capital La Paz. No terminal, ele foi conduzido à aeronave por uma equipe diplomática da Itália e membros da Defensoria Pública da Bolívia. O Ministério do Interior italiano confirmou o trajeto direto até Roma. / Com informações da AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.