Autoridades rezam pela recuperação de Covas

A missa que será rezada amanhã, às 10 horas, na Basílica Nacional de Aparecida, em Aparecida, no Vale do Paraíba, pela recuperação da saúde do governador licenciado de São Paulo Mário Covas (PSDB), terá cem lugares reservados ao lado do altar para autoridades. Estarão presentes a primeira-dama Lila Covas, o governador em exercício, Geraldo Alckmin (PSDB), o ministro da Saúde, José Serra, além de secretários estaduais e prefeitos da região. A missa será celebrada pelo cardeal arcebispo metropolitano da Arquidiocese da cidade, d. Aloísio Lorscheider, "Só de prefeitos da região do Vale do Paraíba são esperados mais de 30", disse o vice-reitor do Santuário Nacional de Nossa Senhora da Conceição, de Aparecida, padre Antônio Agostinho Frasson.Segundo o vice-reitor do Santuário Nacional, a missa deverá durar uma hora e meia, no máximo. Cerca de 20 mil fiéis são esperados, amanhã, para as missas que ocorrem durante todo o dia. A Basílica tem capacidade para abrigar até 25 mil pessoas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.