Autoridades lamentam morte da ex-primeira-dama Marisa Letícia; veja repercussão

Mulher do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva faleceu devido a um acidente vascular cerebral

O Estado de S.Paulo

04 de fevereiro de 2017 | 09h14

A morte da ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva, de 66 anos, confirmada na última sexta-feira, 3, gerou manifestações de diversos políticos, aliados ou não com o Partido dos Trabalhadores (PT). A mulher do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, morreu vítima de complicações de um Acidente Vascular Cerebral (AVC), sofrido no dia 24 de janeiro. O velório será realizado neste sábado, 4, das 9h às 15h, no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, onde o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e Marisa se conheceram.

Por meio de nota oficial, o presidente Michel Temer lamentou a morte da ex-primeira-dama Marisa Letícia e decretou luto oficial de três dias. "Lamento profundamente o falecimento da Senhora Marisa Letícia Lula da Silva hoje, em São Paulo. Neste momento de profunda dor e pesar na família do ex-presidente Lula, eu e Marcela transmitimos a ele, a seus filhos e aos demais familiares e amigos, as mais sinceras condolências. Em razão do falecimento, decreto luto oficial de três dias".

Em nota assinada por Rui Falcão, o PT também prestou homenagem a ex-primeira-dama. “Companheira, seu nome ficará no coração de nossa bandeira”. 

Confira abaixo algumas das manifestações publicadas em homenagem à Marisa Letícia Lula da Silva.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.