Aumentam os casos de estresse infantil

A criança chega à escola irritada e agride os colegas. Demonstra cansaço e nervosismo e não consegue se concentrar nas aulas. O diagnóstico pode ser de estresse. O número de casos deste tipo em aumentando e levou o Hospital Geral de Bonsucesso, o maior do Rio de Janeiro em volume de atendimentos, a montar o Ambulatório de Hipertensão Arterial Infantil para jovens de até 12 anos. Em funcionamento há 2 semanas, sempre às sextas-feiras, o serviço vem recebendo uma média de 12 pacientes por dia.O estresse infantil pode ter várias causas: pais estressados, que transmitem seus problemas aos filhos, conflitos familiares, em especial separações litigiosas, morte de alguém próximo, excesso de atividades extracurriculares, exigências exageradas na escola e até violência urbana, o que é verificado com mais freqüência em áreas carentes. Alguns dos sintomas apresentados pelos pequenos podem passar despercebidos, como dor de cabeça e palpitaçãoAutor do livro "Complexo de Atlas", que tem como tema o estresse, o clínico Alex Botsaris lembra que as crianças com este problema ficam com o desenvolvimento físico e psíquico comprometido. Elas comem mal, às vezes são obesas ou têm carências alimentares, têm déficit de atenção e sistema imunológico deprimido, o que as torna mais suscetíveis a doenças infecciosas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.