Aumenta a contaminação por vírus ebola na África

Não pára de crescer o número de pessoas contaminadas pelo vírus do ebola na África. Em menos de duas semanas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) já identificou 97 casos, todos no norte do Congo. Segundo a entidade, 75 pessoas morreram nas últimas duas semanas por causa da doença e outros tantos poderão contrair a doença nos próximos dias. No Congo, a OMS afirma que foi criado um sistema de isolamento no hospital de Bomo para atender as pessoas infectadas pelo vírus. "Isso ajudará a não espalhar ainda mais a doença", afirma uma porta-voz da entidade, que lembra que a maior ameaça é de que os poucos médicos e enfermeiros disponíveis na região sejam contaminados. Segundo o relato da entidade, o vírus foi contraído pela população local ao se alimentarem da carne de gorila, que provavelmente estava contaminada pelo ebola. A última vez que a ONU detectou uma epidemia de ebola, em fevereiro de 2002, cerca de 90 pessoas no Congo e no Gabão foram vítimas do vírus. Na ocasião, os médicos da OMS conseguiram isolar os locais onde as pessoas contagiadas teriam circulado. Desta vez, porém, a entidade não conseguiu repetir a iniciativa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.