Augusto Farias e mulher denunciados por trabalho escravo

Procuradores da República encaminharam nesta quarta-feira à Justiça Federal de Marabá, no sul do Pará, uma denúncia contra o ex-deputado AugustoFarias, sua mulher, Eleuza Farias, e outras pessoas por formação de quadrilha, reduçãode trabalhadores à condição análoga à de escravo, frustração de direito assegurado porlei trabalhista, sonegação de contribuição previdenciária, entre outros supostos delitos.A denúncia foi resultado de uma força-tarefa coordenada pela Procuradoria Federal dosDireitos do Cidadão, que tem o objetivo de intensificar a atuação institucional para aerradicação do trabalho escravo no Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.