Augustin: mudança na Receita não vai afetar arrecadação

O secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, classificou de positivo o resultado do trabalho da Receita na arrecadação de tributos. Segundo ele, não há politização do órgão. Na sua avaliação, as mudanças na Receita não vão prejudicar a arrecadação. "Eu entendo que a receita que auferimos do ponto de vista do contribuinte tem a ver com o trabalho da Receita. E esse trabalho é positivo", disse. Segundo ele, a queda na arrecadação verificada no primeiro semestre se deve à retração econômica. "Os resultados não tão positivos da arrecadação no primeiro semestre tem a ver com economia. A tendência é de melhora com retomada", disse.

ADRIANA FERNANDES E FÁBIO GRANER, Agencia Estado

26 de agosto de 2009 | 14h57

"As medidas do ministro (Guido Mantega, da Fazenda) e do secretário (Otacílio Cartaxo, da Receita Federal) vão fazer com que a Receita continue a fazer um bom trabalho para que resultado fiscal possa auferir as receitas decorrentes de uma economia em crescimento e de retomada", disse. Ao ser questionado se a politização na Receita não afeta a imagem do órgão, Augustin respondeu: "Não enxergo politização. Enxergo trabalho técnico realizado", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
ReceitacriseAugustin

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.