Victor Vieira/Estadão
Victor Vieira/Estadão

Ato na Paulista lota estações de Metrô

Em pelo menos duas entradas das estações Consolação e Paulista, não é permitido o acesso de passageiros vindos da avenida

Victor Vieira, O Estado de S. Paulo

13 de março de 2016 | 17h46

SÃO PAULO - São longas as filas nas portas das estações Paulista e Consolação do Metrô. Em pelo menos duas entradas das estações, não é permitido o acesso de passageiros vindos da Avenida Paulista, para evitar tumultos. Segundo policiais militares ouvidos pela reportagem, não há restrições de acesso de manifestantes que chegam a pé até a Avenida Paulista. 

O engenheiro Gustavo Colla, de 41 anos, esperava diminuir o grande fluxo na entrada da Estação Paulista do Metrô para ir para casa. Acompanhado dos dois filhos, de seis e oito anos, ele elogiou a grande participação das famílias no protesto. "Seria mais fácil vir sozinho, mas quis trazer as crianças. No futuro, eles vão saber que participaram de algo que pode mudar o País", afirma. 

Aos gritos de "Fora PT", centenas de pessoas já deixam a Paulista - boa parte segue a pé pela Rua da Consolação e outras vias próximas. Segundo o Metrô, a Linha 1-Azul operava com velocidade reduzida por volta as 18 horas, por causa de falhas na Estação Paraíso. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.