Ativistas do Greenpeace são presos no Corcovado

Cinco ativistas da organização não-governamental Greenpeace foram detidos pela Polícia Militar no Corcovado, depois de terem estendido faixa de protesto na estátua do Cristo Redentor. A faixa trazia inscrições contra o que a entidade qualifica como o fracasso da convenção Rio + 10, em Johannesburgo. Os ativistas foram levados para a Delegacia de Santa Teresa. Eles podem ser indiciados por invasão de propriedade privada, uma vez que a estátua pertence à Arquidiocese do Rio, que não concedeu autorização para o ato. O grupo chegou a subir o Corcovado por uma trilha no meio da mata anteontem e ficou acampado até a manhã de hoje, quando escalou a estátua.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.