Atingimos 90% do processo, diz Alckmin sobre candidato

O PSDB poderá anunciar ainda hoje a escolha do candidato presidencial da legenda, informou o governador de São Paulo e pré-candidato do partido à Presidência da República, Geraldo Alckmin. "O que falta é o desfecho, mas eu diria que já se caminhou 90% (do processo decisório)", afirmou o governador, em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes, após reunir-se por mais de duas horas com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, com presidente nacional do PSDB, Tasso Jereissati, e o governador de Minas Gerais, Aécio Neves.Alckmin, que surpreendeu a imprensa ao entrar subitamente no Salão de Despachos do Palácio dos Bandeirantes para falar com a imprensa, sem uma preparação prévia de sua assessoria, não revelou detalhes da conversa mantida com os dirigentes do PSDB, afirmando apenas que se tratava de mais uma passo na negociação e que "política é conversa, convencimento". O governador relatou que Aécio, FHC e Tasso saíram do Palácio dos Bandeirantes para se reunirem com prefeito paulistano, José Serra, outro potencial candidato do partido.Ao reiterar que aceitaria qualquer decisão partidária, Alckmin informou que tem mantido conversas com Serra nas últimas horas, mas não gostaria de revelar o que ouvira do prefeito.Ele insistiu que o processo decisório restringe-se apenas à escolha do candidato presidencial, descartando, por enquanto, negociações para que Serra se candidate ao governo paulista. Por fim, o governador reiterou que pretende deixar a administração estadual no dia 31 deste mês para disputar a campanha eleitoral deste ano. "Não mudou nada, não retrocedi e as coisas estão caminhando bem para chegarmos a um bom termo", contou.O triunvirato tucano, responsável pelo processo de definição da candidatura, já deixou o Palácio dos Bandeirantes e, segundo fontes da administração estadual, teria seguido para a sede da Prefeitura de São Paulo, para encontrar-se com Serra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.