Reprodução
Reprodução

'Até minha mãe acha parecido', diz Taques sobre semelhança com Cachoeira

Ironicamente, senador foi um dos parlamentares mais atuantes em favor da recém-instalada CPI

Fernanda Yoneya, de O Estado de S. Paulo,

20 de abril de 2012 | 22h54

SÃO PAULO - Com bom humor e certa resignação, o senador Pedro Taques (PDT-MT) tem reagido às brincadeiras sobre sua semelhança física com o contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, preso desde fevereiro acusado de chefiar um esquema de jogo do bicho e exploração de máquinas caça-níqueis. “Até minha mãe falou que eu sou parecido com ele”, conforma-se o senador, que diz não se achar parecido com o contraventor.

“Todo mundo tem brincado, mas nunca me confundiram com ele (Cachoeira). A semelhança também não tem tanta repercussão assim”, minimiza, garantindo que tem levado todas as piadas - de “separados no nascimento” a “o irmão esquecido do Cachoeira é senador?” - na brincadeira. “Se isso realmente me incomodasse, a única solução seria cortar minha cabeça.”

O caso virou piada - além dos colegas, a história repercute no Twitter - desde que o nome (e o rosto) de Cachoeira começou a aparecer na mídia. Ironicamente, Taques foi um dos parlamentares mais atuantes em favor da recém-instalada CPI para investigar o “sósia” e um dos primeiros a cobrar explicações do colega Demóstenes Torres sobre suas ligações com Cachoeira.

Tudo o que sabemos sobre:
Carlinhos CachoeiraPedro Taques

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.