Ataque de hackers obriga PT a tirar site do ar

A internet virou um campo de guerra entre partidários dos pré-candidatos a presidente Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB). Há também ataques de hackers. Hoje piratas cibernéticos que se intitularam "PSDB hackers" atacaram a página do PT. Puseram lá uma foto de Serra, pediram voto para o número 45 e escreveram: "O Brasil pode mais", mote da campanha do tucano.

JOÃO DOMINGOS, Agência Estado

14 de abril de 2010 | 19h08

Quem tentava ler qualquer coisa na página do PT era redirecionado para a página do PSDB. A assessoria de imprensa dos tucanos negou que o partido tenha alguma coisa a ver com os ataques. Mas o secretário de Comunicação do PT, deputado André Vargas (PR), levantou a suspeita sobre o adversário. "Está na cara que não são hackers do PT. Não posso dizer que são da instituição PSDB, mas que pelo menos são simpatizante, são".

Por causa do ataque, o PT tirou sua página do ar. "Não dava para deixar daquele jeito, com pedido de voto no Serra e desvio para a página do PSDB", disse Vargas.

Por causa dos ataques, o PT fez hoje uma reunião de emergência para buscar saídas técnicas que evitem a contaminação de sua página na internet.

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçãositePThackers

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.