Associação dos Juízes Federais reage à declaração de Lula

O presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), Paulo Sérgio Domingues, reagiu, em nota oficial, às afirmações feitas ontem pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva que incluiu o Judiciário entre os possíveis empecilhos à intenção de o Brasil ocupar um lugar de destaque. "Não há chuva, nem tempestade, nem cara feia, nem poder Executivo, nem ameaças que impedirão o poder Judiciário de fazer cumprir a Constituição e as leis do País. A declaração do presidente da República, em tom messiânico, é mais que preocupante e reforça a impressão de que o governo pensa que os outros Poderes são apenas departamentos subalternos. Ainda bem que há um Poder Judiciário para pôr fim a estes arroubos. Quando não houver mais, o Executivo ficará livre para rasgar as leis do País e a população não terá mais a quem recorrer", afirmou ele.Leia a íntegra do discurso de Lula na CNI.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.