Assessores confirmam renúncia de Arruda

A assessoria de José Roberto Arruda confirmou, por volta de 9h35, que o senador anunciará sua renúncia durante um discurso que fará na Tribuna do Senado. Ele afirmará que houve pré-julgamento do Conselho de Ética e que a pena já foi determinada e, portanto, não adianta mais esperar. Segundo Arruda, o que mudaria esse resultado seria um acordo do qual ele não aceita participar. Arruda agradecerá e pedirá desculpas a Brasília, e dirá que tentará reconstruir sua vida pública. Segundo sua assessoria, não será um discurso agressivo, mas curto, sem qualquer ataque ao governo que, durante todo o processo teria apoiado e "trabalhado" a favor da decisão tomada ontem pelo Conselho de Ética, que aprovou o relatório que sugere a cassação de Arruda e de ACM. Arruda dirá ainda que, ao longo do processo, ele tentou mostrar que cassação seria uma pena exagerada, mas isso não foi considerado e, assim, as circunstâncias o levam a deixar para o suplente sua cadeira no Senado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.