Silvana Garzaro/Estadão
Silvana Garzaro/Estadão

Assessor de Doria deixa cargo para concorrer à Prefeitura de SP

Filipe Sabará é filiado ao Novo e disputa processo seletivo para indicação do partido à candidatura

Bruno Ribeiro, O Estado de S. Paulo

18 de outubro de 2019 | 20h18

O presidente executivo do Fundo Social do Estado de São Paulo, Filipe Sabará, enviou carta nesta sexta-feira, 18, ao governador João Doria (PSDB) e à primeira-dama, Bia Doria, afirmando que deixará o cargo. Filiado ao partido Novo, Sabará concorre no processo seletivo interno do partido para ser indicado como candidato a prefeito de São Paulo nas eleições do ano que vem.

Sabará foi secretário de Assistência Social de Doria quando o governador foi prefeito de São Paulo, e há meses ele vinha participando do processo seletivo do partido para a indicação. A presença dele no governo causava desconforto em parte dos membros do diretório paulistano do PSDB, uma vez que o governador vinha mantendo em cargo político alguém que já havia se declarado adversário do prefeito Bruno Covas, que era vice de Doria, e que tentará a reeleição no ano que vem. 

“Mesmo ainda não tendo certeza se serei o escolhido para disputar a eleição municipal, pois há outros bons postulantes no processo, entendo que o mais correto e justo é que eu deixe qualquer função pública, para apoiar o meu partido nessa difícil e árdua tarefa”, escreveu Sabará, na carta. O processo seletivo termina no dia 31 de outubro.  

 

Notícias relacionadas

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.