Assessor de Arruda nega ter recebido lista de votação

O assessor do líder do governo no Senado, José Roberto Arruda (PSDB-DF), Domingos Lamoglia, divulgou na tarde desta terça-feira nota na qual nega ter recebido da ex-diretora do Centro de Informática e Processamento de Dados do Senado (Prodasen), Regina Célia Borges, qualquer lista relativa à votação da cassação do ex-senador Luiz Estevão (PMDB-DF). Na nota, Lamoglia diz que lhe causaram estranheza o noticiário envolvendo seu nome na suposta violação do painel de votação eletrônica do plenário do Senado e a notícia da emissão de um relatório final da comissão de sindicância que apurou o caso, sem que ele tenha sido ouvido, dado que foi citado como a pessoa que recebeu a tal lista. "Afirmo que nunca recebi da senhora Regina Célia Borges ou de qualquer outra pessoa uma suposta lista relativa ao episódio de votação da cassação do ex-senador Luiz Estevão", diz Lamoglia na nota.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.