Assembleia do RS aprova cargos criados por Tarso

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul aprovou a recriação de 192 cargos em comissão (CCs) proposta pelo governo de Tarso Genro (PT), por 28 votos a 13, no início da noite de hoje. O Executivo considera as contratações necessárias ao organograma administrativo que montou e à execução de seus projetos. Para a oposição, a iniciativa amplia gastos e abre vagas para a admissão de partidários de quem está no poder.

ELDER OGLIARI, Agência Estado

18 de outubro de 2011 | 20h57

A discussão em torno dos CCs vem desde janeiro. A criação de novos cargos foi aprovada no início do ano e derrubada pelo Tribunal de Justiça do Estado em agosto, em julgamento de ação movida pela bancada do PMDB. O Executivo apresentou um novo projeto, no qual tornou mais detalhada a justificativa para a criação de cada cargo com a expectativa de atender as exigências citadas como não preenchidas pela Justiça ao rechaçar o projeto anterior.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.